Quais as diferenças entre SEO e mídia paga?

Se você tem algum contato com produção de conteúdo, já deve ter ouvido falar em SEO ou em mídia paga.

De modo geral, essas são estratégias aplicadas a um conteúdo para que ele chegue às pessoas, seja de maneira orgânica ou promovida por algum investimento.

Entender a distinção entre esses métodos é fundamental para compreender as vantagens oferecidas por cada um deles e escolher aquele que melhor se adequa às necessidades do seu negócio.

Para saber mais sobre as diferenças entre SEO e mídia paga, continue a leitura deste post!

Diferenças entre SEO e mídia paga

Embora sejam métodos empregados no mesmo contexto, ou ao menos em cenários semelhantes, há algumas distinções importantes entre o SEO e a mídia paga.

Ambas as estratégias têm como objetivo gerar tráfego no site da empresa, fortalecendo sua visibilidade e garantindo que o conteúdo produzido chegue a um público mais abrangente, o que é essencial para atrair mais clientes.

Para entender qual método é o mais adequado para o seu negócio, é preciso compreender as distinções entre eles.

O que é SEO?

SEO é uma sigla para a expressão Search Engine Optimization, ou seja, otimização para motores de busca.

De acordo com o Search Engine Journal, 93% das experiências online começam nestes mecanismos, o que justifica a necessidade de explorar essas ferramentas de modo mais eficaz.

A estratégia consiste em um conjunto de ações cujo foco é o ranqueamento do conteúdo. Isso significa que cada medida aplicada tem por objetivo levar a publicação à primeira página de pesquisa do Google, alcançando as posições iniciais dos resultados.

Isso é feito através da aplicação de técnicas como a utilização de palavras-chaves em posições e quantidades específicas, uso de links internos e externos, além da produção de conteúdos que sejam efetivamente relevantes para o público da empresa.

O SEO, portanto, consiste em uma estratégia de mídia orgânica, que exige a aplicação de técnicas minuciosas.

O que é mídia paga?

A mídia paga, por outro lado, como o próprio nome indica, exige um investimento por parte de quem a produz.

Como usuário de ambientes virtuais, você já deve ter se deparado com esse tipo de recurso, a exemplo de anúncios que são expostos para o internauta.

Existem diversas plataformas nas quais esses anúncios podem ser desenvolvidos, como o Google Ads ou o Facebook Ads.

Essas ferramentas impulsionam o conteúdo produzido pela empresa, de acordo com o investimento realizado e também em função de palavras-chaves.

Assim, é possível determinar tanto o público a quem serão disponibilizados os anúncios quanto os assuntos aos quais o site da empresa será associado.

Em qual devo investir?

Tanto o SEO quanto a mídia paga são estratégias efetivas para aumentar o tráfego do site do empreendimento, o que justifica a utilização de ambos os métodos.

Uma das vantagens oferecidas pelas mídias orgânicas é que não há necessidade de investimento para a promoção do conteúdo, embora possa ser necessário investir na sua elaboração.

Já a mídia paga pode ser uma maneira de gerar resultados mais imediatos, mas exige que seja investido um valor na promoção do conteúdo em si.

Por isso, cabe analisar quais os objetivos do empreendimento e optar pelos métodos que se adequam melhor à sua realidade.

Quer melhorar o posicionamento digital do seu negócio e seu desempenho no ambiente virtual? Conte com a Uttara!

Visite nosso site e conheça mais a fundo as soluções que podemos oferecer para o seu empreendimento.

Deixe um comentário

Whatsapp